Weby shortcut
banner_cnmai

Conferência 6

Problemas Diretos e Inversos em Dinâmica de Rotação

 

Valder Stefen Jr*

Faculdade de Engenharia Mecânica – Universidade Federal de Uberlândia

 

A dinâmica de rotação apresenta várias situações nas quais o uso de técnicas de otimização é necessário. Inicialmente, têm-se os problemas de projeto nos quais uma determinada configuração desejada para o sistema pode ser buscada utilizando técnicas de síntese automatizada de sistemas. Por outro lado, é comum o desconhecimento de vários parâmetros da máquina rotativa que, para simulação de seu comportamento dinâmico, são indispensáveis. Neste sentido, técnicas de problemas inversos podem ser utilizadas, permitindo a estimação destes parâmetros desconhecidos. Em ambos os casos, ou seja, tanto para a solução de problemas diretos como de problemas inversos, as técnicas de otimização são utilizadas. Em alguns casos, podem ser utilizados métodos clássicos, mas, em outros, técnicas heurísticas são as mais recomendadas em decorrência da existência de mínimos locais que dificultam (ou impedem) a convergência do processo de otimização. Este trabalho procura trazer exemplos de problemas diretos e inversos encontrados em dinâmica de rotação e as estratégias de solução adotadas. Em alguns casos são mostrados, também, resultados experimentais com o intuito de validar a metodologia aplicada.

 

 

 

Possui graduação em ENGENHARIA MECANICA pela Universidade Estadual de Campinas (1976), mestrado (1977) e doutorado (1979) pela Université de Franche Comté, na França. Defendeu sua tese de Habilitation (H.D.R.) nesta mesma universidade, em 1991. Realizou dois estágios em nível de pós-doutoramento, no INSA de Lyon (1986-87) e na Virginia Tech - USA (1999-2000). Ocupou diversos cargos administrativos na Universidade Federal de Uberlândia, tais como: Chefe de Departamento, Coordenador de Programa de Pós-Graduação, Diretor de Centro, Diretor da Faculdade de Engenharia Mecânica, Pró-Reitor. Serviu também ao sistema brasileiro de pesquisa e pós-graduação (Membro do CA-EM do CNPq, Representante da Área de Engenharia III na CAPES, Membro da CA-TEC da Fapemig; Membro do Conselho Curador da Fapemig). Tem experiência na área de Engenharia Mecânica, com ênfase em Mecânica dos Sólidos, atuando principalmente nos seguintes temas: otimização de sistemas mecânicos, dinâmica de rotores, materiais inteligentes e problemas inversos em dinâmica. Foi Presidente da Associação Brasileira de Engenharia e Ciências Mecânicas - ABCM de 2006 a 2009. Recebeu a Comenda da Ordem Nacional do Mérito Científico em 2002. Foi agraciado com o Prêmio Bom Exemplo 2012 - categoria Ciência. É Membro Efetivo da Academia Nacional de Engenharia desde 2013. Atualmente é professor titular da Universidade Federal de Uberlândia e Coordenador do INCT de Estruturas Inteligentes em Engenharia.

Listar Todas Voltar